quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Poemas - Savitri - Excerto - Sri Aurobindo


Se no Vazio sem significado a criação surgiu.
Se de uma força inconsciente a Matéria nasceu.
Se a vida pode se erguer na árvore inconsciente.
E o encanto verde penetrar nas folhas esmeraldinas.
E seu sorriso de beleza desabrochar na flor.
E a sensação pode despertar no tecido, no nervo e na célula.
E o Pensamento apossar-se da matéria cinzenta do cérebro.
E a alma espiar de seu esconderijo através da carne.
Como não poderá a luz ignota se lançar sobre o homem.
E poderes desconhecidos emergirem do sono da Natureza?
Mesmo agora insinuações de uma Verdade luminosa como estrelas,
Erguem-se no esplendor da mente lunar da ignorância;
Mesmo agora o toque imortal do Amante sentimos,
Se a porta da câmara apenas estiver entreaberta,
O que então pode impedir Deus de furtar-se para dentro,
Ou quem pode proibir seu beijo na Alma adormecida?

Sri Aurobindo

Um comentário:

Unknown disse...

Belo poema. Viva Aurobindo !

Evoluir, transcender
e iluminar-se é o destino natural dos humanos.