quarta-feira, 6 de março de 2013



O estado da mente bem-equilibrada mostrará o caminho
A todo aquele que atingiu a Fé e a Sabedoria;
Os varais são a Consciência;
a Mente, o jugo;
E a Cautela, a auriga atenta;
Os arreios da Probidade, o Carro ;
O Entusiasmo, o eixo;
a Energia, as rodas;
E a Calma, o companheiro de trabalho;
A falta de cobiça, as cortinas.
A Benevolência e a Inofensibilidade são as suas armas,
Junto com o Desapego da Mente.
A Persistência é a armadura do exemplo,
E é para atingir a Paz que o Carro vai adiante.
E, construído pelo eu, pelo próprio ser de alguém,
Ele se torna a incomparável, a suprema carruagem;
Acomodados nela, os Sábios deixam de ser parte do mundo
E alcançam a Vitória.

Sakyamuni
Samyutta, Nikaya, v

Nenhum comentário: